Glossário de Finanças

Termo Definição
Ação • É a menor fração do capital de uma empresa. Possuir uma ação significa ser proprietário de uma parte de uma determinada empresa. A empresa (sociedade anônima) emite ações quando quer captar dinheiro para futuros investimentos, diluindo a participação no capital da empresa. • Ativo financeiro emitido por uma empresa que se compromete a realizar no futuro uma sequência de pagamentos, denominados dividendos.
Ação ao portador Este tipo de ação não existe mais. Foi revogada pela Lei 8201/90. Era um documento que não trazia o nome do seu proprietário e, portanto, pertencia àquele que a detivesse em seu poder.
Ação cheia Ação cujos direitos (dividendos, bonificação, subscrição) ainda não foram exercidos.
Ação com valor nominal É um tipo de ação que possui um valor impresso (valor de face), estabelecido pelo estatuto da companhia que a emitiu.
Ação endossável É um tipo de ação nominativa e que pode ser transferida mediante endosso.
Ação escritural É uma ação que circula nos mercados de capitais sem a emissão de cautelas (certificados), sendo escrituradas por um banco, que é o depositário das ações da empresa e que processa os pagamentos e transferências por meio da emissão de extratos bancários.
Ação listada em bolsa É uma ação negociada no pregão de uma bolsa de valores.
Ação nominativa Ação que identifica o nome de seu proprietário e sua venda é registrada no Livro de registro de ações nominativas da empresa que a emitiu.
Ação ordinária (ON) Ação que confere a seu titular o direito de voto em assembleia. O proprietário de uma ação ordinária tem o direito de eleger a diretoria (conselho) da empresa que a emitiu. No entanto, quando ocorre uma distribuição de dividendos da empresa, os proprietários de ações ordinárias só recebem depois que os proprietários das ações preferenciais receberem o seu percentual fixo.
Ação preferencial (PN) São ações que garantem ao acionista prioridade no recebimento de dividendos e de restituição de capital no caso de eventual extinção da empresa. No entanto, não garantem direito de voto em assembleia. No Brasil, normalmente são as ações disponíveis em maior quantidade e por isso são também as de maior liquidez.
Ação sem valor nominal Ação para a qual não se convenciona valor de emissão, prevalecendo o preço de mercado por ocasião do lançamento.
Ação-objeto É o valor mobiliário a que se refere uma opção.
ACC – Adiantamento sobre Contratos de Câmbio É uma operação de crédito que os bancos comerciais realizam com os exportadores. O banco negociador das dívidas concede ao exportador a antecipação do preço da moeda estrangeira, amparado por uma linha de crédito externa.
ACE – Adiantamento sobre Cambiais Entregues É uma antecipação de capital que ocorre quando a mercadoria já está pronta e embarcada, podendo ser solicitada até 60 dias após o embarque.
Acionista Aquele que possui ações de uma sociedade anônima.
Acionista controlador (majoritário) É aquele que possui um número de ações equivalente a cinquenta por cento do capital votante da empresa mais uma ação, o que lhe permite manter o controle acionário da empresa.
Acionista minoritário Aquele que é detentor de uma quantidade não expressiva (em termos de controle acionário) de ações com direito a voto.
Acquirer É a administradora que pode afiliar estabelecimentos ao sistema de cartões de crédito da bandeira da qual é associada. Este tipo de administradora tem a função de gerenciar, pagar e dar manutenção aos estabelecimentos afiliados da bandeira.
Acquisition Aquisição ou compra. Veja Mergers & Acquisitions.
Adlic Operação financeira com duração de um dia, na qual aplica-se dinheiro a uma taxa previamente combinada entre as partes.
Administração ativa Consiste num tipo de estratégia para administrar um fundo de investimento, na qual o administrador compra e vende ações tentando obter uma rentabilidade que supere a do índice estabelecido como referência (benchmark).
Administração passiva Consiste num tipo de estratégia para administrar um fundo de investimento, na qual o administrador compõe uma carteira com o intuito de simplesmente seguir o índice de referência (benchmark) e não de superá-lo. O que ocorre muitas vezes é uma simples réplica da carteira do índice, este sendo tomado apenas como um referencial cuja administração ativa tenta atingir e/ou superar.
Administrador de fundos É a instituição que se responsabiliza por criar o regulamento do fundo e constitui equipes especializadas em compra e venda de papéis no mercado financeiro, com o objetivo de rentabilizar da melhor maneira possível o dinheiro do investidor.
ADR – American Depositary Receipts Recibos de ações por meio dos quais empresas não sediadas nos EUA podem negociar seus papéis no mercado norte-americano.
After market Pregão eletrônico noturno que ocorre todos os dias após o fechamento do pregão regular. Só estão autorizadas negociações de operações no mercado à vista.
Agência de fomento ou desenvolvimento Sociedades anônimas que praticam operações de repasse de recursos captados no país e no exterior sob nos termos da Resolução n. 2.574 de 17/12/1.998 do Banco Central do Brasil.
Agente autônomo de investimento Pessoas físicas credenciadas pelos Bancos de investimento, Financeiras, Corretora de câmbio, títulos e valores mobiliários (CCTVM) e Distribuidoras de títulos e valores mobiliários (DTVM), os quais, sem vínculo empregatício e em caráter individual, exercem a colocação de títulos e valores mobiliários, cotas de fundos de investimentos, entre outras operações autorizadas pelo Banco Central do Brasil.
Agente estabilizador Banco de investimento que coordena as operações em nome dos outros bancos de investimento.
Ajuste patrimonial Lançamento efetuado nos fluxos visando a excluir, de certa conta, déficit ou superávit obtido por determinada operação.
Alavancagem É o grau de utilização de recursos de terceiros para aumentar as possibilidades de lucro de uma empresa, o que, consequentemente, aumenta o grau de risco da operação. No caso de uma empresa, quanto maior seu grau de endividamento, maior a sua alavancagem. No caso do mercado financeiro, um exemplo é comprar um lote de ações pagando somente parte de seu valor nos mercados de opções, termo e futuro. Se ocorrer uma valorização desses papéis, o investidor é beneficiado, pois a quantia inicialmente investida é reduzida e seu retorno é bem mais acentuado. O inverso também é verdadeiro: se ocorrer uma desvalorização desses papéis, o valor das opções compradas será reduzido.
1 2  PRÓXIMO >>